Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Reflexão Dom João Inácio – 24-04-20

Ouça aqui a mensagem desta sexta-feira (24) do nosso Arcebispo, Dom João Inácio Müller!

“Paz e benção, saúdo o senhor, a senhora, quem acompanha a nós pela Rádio Brasil. Felipe, saudação a você e sua equipe, e nós saudamos Maria santíssima:

‘Rainha do céu, alegrai-vos, aleluia!,pois o Senhor que mereceste trazer em vosso seio, aleluia!, ressuscitou como disse, aleluia!, rogai a Deus por nós, aleluia!, alegrai-vos exultai ó virgem Maria, aleluia!, por que o Senhor ressuscitou verdadeiramente, aleluia!

Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós os pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém!

Oremos: Ó Deus que pela ressurreição de vosso filho, nosso Senhor Jesus Cristo, fizeste brilhar no mundo a alegria, fazei que pela intercessão da virgem Maria, sua Mãe, cheguemos nas alegrias eternas. Por Cristo, nosso Senhor. Amém!’

Hoje nós começamos a ler o capítulo sexto se São João, do Pão da vida, um capítulo comprido, nós vamos vários dias ler até o final deste mês, início de maio, então é importante a gente prestar atenção porque é uma catequese muito bonita sobre o pão da vida, sobre a eucaristia, o pão da vida que é o próprio Senhor, e o Senhor vai dessa maneira, se revelando, passo-a-passo. Mas eu queria dizer pra você, que quando a gente leu o evangelho de São João, é muito importante a gente ter presente que o escritor, quando ele escreve o evangelho, ele está escrevendo em ordem cronológicas, os fatos vão acontecendo, mas ele também escreve e a comunidade que lê deve ter isso presente, por isso nós temos que ter isso presente, nós temos isso presente, que o Jesus que é descrito, que é apresentado, já é o ressuscitado, já é o ressuscitado. Então temos que ter presente isso, o evangelho tem que ser lido de frente para trás e de trás para frente, ou seja, temos que ter presente já a ressurreição de nosso Senhor quando a gente lê esses primeiros capítulos.

Nos Atos dos Apóstolos, os discípulos estão todos ali diante do sinédrio, eles estão ali para ser julgados, então, um sábio no meio deles, que foi inclusive professor de Paulo, ele pede para que os apóstolos se retirem, ele começa a conversar com os irmãos dele e ele faz algumas observações muito interessantes, ele faz uma leitura que contextualiza, ‘Olha um tempo atrás apareceu Teudas, depois apareceu um tal de Judas, e aos poucos eles morreram e os discípulos simplesmente se dispersarão’. Aí ele diz assim: ‘Olha, dou um conselho pra vocês, não vos preocupeis com esses homens e deixai – os ir embora, porque se esse projeto, essa atividade é de origem humana, será destruído, mas se vem de Deus, vós não conseguireis eliminá-los, cuidado para não vos pordes em luta contra Deus’, diz ele.

Muitas pessoas, nessa época que nós estamos, nesse distanciamento também se preocupam: ‘Mas será que a igreja vai continuar com o mesmo vigor?Será que a nossa fé vai se manter?’ Olha, se ela é verdadeira, vai, porque a igreja, ela já aprendeu durante esses anos, desde Jesus, que quanto mais ela foi perseguida, surrada, reclusa, tanto mais fortalecida ela aparecia. Então, se todos nós que somos igreja, nesse tempo, se nós nos fortalecemos na oração, se nós meditamos, se nós somos de fato cristãos e católicos, nós vamos sair com mais força desse tempo de distanciamento. O senhor pode ter certeza, vou antecipar uma coisa pro senhor e para a senhora, assim que terminar esse tempo e nós podermos voltar as nossas igrejas, vocês vão querer se confessar com o padre. Podem anotar num cantinho, a confissão é a primeira coisa que eles querem fazer, a confissão auricular, não a confissão só comunitária, não. ‘Eu quero me confessar com o padre’, vai fazer uma confissão como nunca fez.

E segunda coisa, claro, você quer participar da celebração eucarística, você vai se concentrar mais na hora de comungar, você vai rezar com mais piedade, você vai se empenhar mais para ser mais comunidade, você vai ter mais carinho ainda para com os outros. Então, eu creio que esse período, esse tempo também é um tempo bênçãos para nós, mas para nós, eu diria assim, que somos pessoas sérias, que somos pessoas que buscam de fato viver o evangelho.

Eu rezo a presença de Deus sobre sua vida, sobre este momento, para que você tenha discernimento de Deus como Gamaliel hoje aconselhou seus co-irmão, e que você possa aproveitar bem esse tempo. Que a força, e a graça e a benção de Deus, Pai, Filho, Espírito Santo, desça sobre o senhor, sobre a senhora, sobre você, sobre sua vida e ali permaneça. Abençoado dia”

Povo de Deus