Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Felipe Zangari

Reflexão Dom João Inácio – 26-03-20

Acompanhe a mensagem do nosso Arcebispo para esta quinta-feira.

Paz e benção.

Hoje, quinta-feira, dia 26 de março, a leitura do Santo Evangelho proposto para a Igreja é do capítulo quinto de São João, versículos 31 a 47. Lembremos que este capítulo começou com Jesus curando aquele paralítico que há 38 anos estava ali, deitado na piscina de Betesda, e ele estava esperando alguém levá-lo para a água. Quando a água se movimentava todos sabiam que essa água tinha um poder de cura, o primeiro que entrasse na água, ele então seria curado.

E o Senhor vendo-o, nosso Senhor sempre via as pessoas em necessidade, então Ele mandou ele pegar, levantar, pegar a cama e caminhar, é o que ele fez e assim ficou curado. Mas tudo isso foi em dia de sábado e Jesus começou a ter problemas com os Judeus, na verdade, Judeus é aquele grupo que se opõe a Jesus, não é Nicodemos, não é José de Arimatéia, temos Judeus que souberam acolher a palavra de Jesus, poucos, mas ele fala mais dos fechados Fariseus, né? Os escribas e também os doutores da lei esse grupo mais fechado, os Saduceus. E os Saduceus como nós sabemos são os latifundiários que tinham as terras nas mãos no tempo de Jesus.

Então Jesus, ele faz uma homilia grande aqui, conforme a leitura de hoje, o que é importante para nós? Eu creio que para você que está mais em casa nesses dias, que tem mais tempo para rezar, é muito importante você ler o texto, mas eu queria dizer pra você o que é ler. Ler significa fazer a colheita daquilo que está escrito no papel, isso é ler, ler um livro significa prestar atenção, fazer a colheita das ideias que a pessoa que escreveu o livro, semeou no livro, espalhou no livro, escreveu. Fazer a colheita, recolher.

Quando alguém planta e colhe no campo ele faz a colheita, ele não leva tudo para a casa. O bagaço ou a folha, a palha ele deixa lá, mas ele faz a colheita, ele colhe os grãos, colhe os legumes, batata, assim por diante. Então nesse texto aqui também é necessário fazer a colheita, nós precisamos fazer a colheita, mas para fazer uma boa colheita é preciso atenção, é preciso inteligência, ler dentro, interlegere, ler dentro, ser inteligente. Inteligente é aquela pessoa que sabe ler dentro, que sabe fazer a colheita a partir do profundo.

E nosso Senhor, á essa altura ele falando para os Judeus, que querem um testemunho: ‘por que que ele faz isto? A partir de quem? quem é você que faz tudo isso?’ E aí Jesus fala que, eu tenho um testemunho maior que o de João, Ele fala de João Batista, qual é esse testemunho maior que Jesus tem? Olha só que maravilha, ‘ As obras que o Pai me concedeu realizar’, por que ninguém fazia as obras que Jesus faz. Então se alguém olha em profundidade as obras que Jesus faz, a vida de Jesus, o modo que Ele me deu, o comportamento d’Ele, as pessoas, os judeus podiam se dar conta. ‘Opa, aqui tem alguém que não é só pessoa, um divino tocou este chão!’.

E Jesus continua: ‘As obras que eu faço dão testemunho de mim, mostrando que o Pai me enviou’. Olha que maravilha, mostrando que o Pai enviou a vida ao encontro das pessoas em Jesus, e Jesus continua: ‘E também o Pai que me enviou dá testemunho ao meu favor’. E ai Jesus é muito sério, nós muitas vezes nas homilias não somos tão sérios. Jesus se arrisca e diz: ‘Vós nunca ouvistes a voz do Pai, nem vistes a face do Pai, e a palavra do pai não encontrou morada em vós, por quê? Porque não acreditais naquele que Ele enviou’.

Aqui penso que é importante, nós pararmos um pouco e nós buscarmos crer em Jesus, o Pai nos enviou Jesus, mas o que que significa crer em Jesus? Crer em Jesus na verdade, significa se revestir da vida de Jesus por fora e por dentro, se revestir do modo d’Ele de pensar. Muitos de nós, e eu sou muito franco em dizer, que eu também tantas vezes, eu nem sempre tenho o pensar de Deus em mim, isso é pecado. Então a gente precisa se rever, os valores do evangelho são os valores da vida, são os valores que o Pai deu ao nosso encontro em Jesus, então se eu creio, eu tenho a lógica de Jesus, se eu não tenho a lógica de Jesus, eu creio pouco, eu creio ‘pouquinho’ em Jesus quando me convém, crer mesmo em Jesus é fazer própria a vida de Jesus.

Então nós que estamos nesse tempo mais em casa, estamos caminhando nessa quaresma até a ressurreição, vamos neste dia parar um pouco para pensar: Eu consigo recolher lendo a sagrada escritura, consigo fazer a colheita do mais importante da proposta de Jesus? E me empenho em viver essa proposta?

Que a sua família, que você Felipe, cada pessoa que o acompanha, tenha um dia abençoado, um dia de luz, um dia de colheita. Que Nossa Senhora da Saúde, Nossa Senhora dos Remédios, a padroeira da nossa Arquidiocese Senhora da Conceição derrame as suas graças, sua presença sobre você, sobre vocês e ajude vocês a crer, como ela, Maria santíssima, soube acreditar e abraçou o projeto de Deus a vontade de Deus, fez a colheita da vontade de Deus e viveu a vontade de Deus. Abençoado dia!

Doctor Coach