Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Setores da sociedade de Campinas avaliam reajuste das tarifas do transporte público municipal

Representantes de alguns segmentos da sociedade de Campinas avaliaram o reajuste das tarifas do transporte público municipal, que vai ser válido a partir do próximo domingo (7).

A tarifa paga com QR Code, fixada atualmente em R$ 4,70, vai passar a valer R$ 4,95. Para os usuários do Bilhete Único, o valor da passagem vai subir de R$ 4,30 para R$ 4,55. Já o Passe Estudantil vai ser reajustado para R$ 1,82 enquanto o Passe Universitário vai subir para R$ 2,28.

O aumento do valor das passagens, segundo a Administração Municipal, ocorreu após um ano e meio sem reajustes. Ainda de acordo com a Prefeitura, ele foi necessário por causa do aumento de 10% no preço dos combustíveis e de 7,1% nos salários dos motoristas.

A análise da maneira que esses reajustes ocorreram não foi positiva. Segundo o integrante do Conselho Municipal de Trânsito e Transportes de Campinas, Walter Rocha, o colegiado não foi consultado sobre as mudanças.

A situação gerou uma reação dos vereadores de Campinas. Dois deles anunciaram que vão ingressar com representações no Ministério Público. São eles: Gustavo Petta (PCdoB) e Nelson Hossri (PODEMOS).

De acordo com Gustavo Petta, o reajuste anunciado pela Prefeitura é completamente inaceitável. O parlamentar disse ter encaminhado um ofício ao promotor de Direitos do Consumidor, José Fernando Vidal de Souza, pedindo uma reunião e antecipando argumentos pelos quais pede a intervenção do Ministério Público.

A EMDEC informou, por meio de nota, que respeita trabalho e ao papel dos vereadores e que está sempre disposta a receber críticas construtivas e sugestões. A Autarquia não comentou sobre a afirmação de que o Conselho Municipal de Trânsito e Transportes não foi consultado sobre os reajustes.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Rádio Brasil Campinas - A Rádio da Nossa Gente!