Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Total de mortes de Covid-19 no Estado é 30% menor do que o esperado, diz Centro de Contingência

O número de mortes causadas pelo novo coronavírus em São Paulo atualmente é 30% menor do que o esperado pelo Centro de Contingência do Governo Estadual. Enquanto eram estimados de 9 a 11 mil óbitos por Covid-19 neste momento, foram confirmados 7.615 falecimentos no fim da manhã desta segunda-feira (1). 

As informações foram divulgadas em uma coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo de São Paulo.

Ainda segundo a equipe do Governo Paulista, outros dados apresentados justificam a possibilidade da retomada das atividades consideradas não essenciais. Por exemplo,que a taxa de letalidade pela Covid-19 em São Paulo caiu de 8,9% pra 6,9% e que diminuiu de 68% pra 21% o número de casos da doença no território paulista em relação ao total de ocorrências em todo o Brasil.

Outra informação divulgada na coletiva de imprensa do Governo de São Paulo foi de que, diferente do esperado pelo Centro de Contingência contra o novo coronavírus, 525 cidades possuem pelo menos um caso da Covid-19. A estimativa era de que, até o fim de maio, todos os 645 municípios teriam registros da doença. 

Na avaliação do secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Marco Vinholi, a desaceleração dos casos do novo coronavírus é uma realidade graças às ações do Poder Público. “É evidente que todos os municípios que estão na fase vermelha querem ir pra fase laranja, e todos os municípios que estão na fase laranja querem ir pra fase amarela, e o Governo do Estado também quer isso. Mas nós vamos fazer isso através de duas estratégias fundamentais. A primeira delas: onde existir uma evolução da pandemia mais acelerada, vamos usar o isolamento social e a utilização de máscaras. A segunda delas: onde existir uma taxa de ocupação mais alta, vamos aumentar a capacidade hospitalar”, explicou.

Segundo o pneumologista Carlos Carvalho, coordenador do Centro de Contingência do novo coronavírus em São Paulo, a equipe fez um planejamento considerando o pior dos cenários. “Os dados de São Paulo, como foram apresentados aqui, mostram que o trabalho tem sido feito de uma maneira bastante exitosa. Vejam, apesar do secretário Vinholi apontar que o Centro de Contingência falhou nas suas previsões, felizmente falhou pois fez previsões um pouco mais graves do que a realidade se mostrou. Isso é decorrente das ações que foram tomadas pela Secretaria de Saúde e pelo Governo de São Paulo. Ações que tiveram receptividade da população”, enumerou.

O Centro de Contingência deverá apresentar nesta terça-feira (2) novas informações sobre a evolução da Covid-19 em São Paulo em uma nova coletiva de imprensa, no Palácio dos Bandeirantes.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

Visão Geral