Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Um profissional de saúde é vacinado contra a Covid-19 a cada três minutos em SP

O Governo de São Paulo divulgou um balanço no começo da tarde desta quarta-feira (20) da quantidade de profissionais de saúde vacinados, no Estado, contra a Covid-19. Desde o último domingo e até às 13h46 desta quarta, 16.726 pessoas foram imunizadas com a CoronaVac. Isso significa que um funcionário da área de saúde foi, em média, vacinado em São Paulo contra o novo coronavírus a cada três minutos.

As informações foram divulgadas por meio de uma coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo de São Paulo, e transmitida pela internet.

A imunização no Estado começou no último domingo, com as primeiras doses aplicadas no Hospital das Clínicas de São Paulo. A contagem em tempo real das pessoas vacinadas no estado pode ser acompanhada através do “Vacinômetro”. Disponível no portal do Governo de São Paulo, o “Vacinômetro” é alimentado diretamente com as informações da “Vacivida”, plataforma digital integrada pra monitorar toda a campanha de vacinação.

Na avaliação do secretário de Saúde do Estado de São Paulo, Jean Gorinchteyn, mais pessoas já poderiam estar vacinadas com a CoronaVac. Infelizmente isso não foi possível pois há falta momentânea de matéria prima pra produção de mais doses do imunizante. O material segue retido no exterior.

Segundo o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), neste primeiro momento, profissionais de saúde, seguidos por idosos com mais de 60 anos e pessoas com deficiência vivendo em instituições de longa permanência, indígenas aldeados e quilombolas receberão as primeiras doses. Estes públicos são prioritários considerando os critérios de exposição de infecção e risco pra agravamento ou morte pela Covid-19.

Dória também explicou que os indígenas e quilombolas começarão a ser imunizados no próximo fim de semana.

Por fim foi anunciado, na coletiva de imprensa, que haverá uma nova reclassificação das regiões do Estado no Plano SP, que flexibiliza as atividades não essenciais durante a pandemia do novo coronavírus. Vai ser a terceira em três semanas. As informações serão divulgadas na próxima sexta-feira (22).

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

O Som do Sagrado