Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Giovanna Giuga

Unicamp cancela matrículas de 9 estudantes após confirmar fraude em uso de cotas étnico-raciais

A Unicamp cancelou as matrículas de nove estudantes depois de descobrir que eles ingressaram em cursos de graduação sem se encaixar nos critérios do sistema de cotas étnico-raciais no vestibular 2019. As apurações começaram em junho depois da universidade receber 141 denúncias. O resultado foi confirmado pelo reitor, Marcelo Knobel, e as informações são do portal G1.

De acordo com o reitor, a comissão afirmou que os alunos não tinham as características fenotípicas, ou seja, as ‘características observáveis’. Eles foram avisados e tiveram dez dias úteis para se retirar. Alguns foram reconsiderados.

Antes da pesquisa, se tinha 1.007 estudantes que tinham benefício pelo sistema, o que significa 29,4% dos novos alunos. Deste total, 711 começaram pelo vestibular tradicional e 296 pela seleção que pede a nota do Enem do candidato.

O processo seletivo de 2019 foi o primeiro da Unicamp com o sistema de cotas étnico-raciais. Para a universidade, o resultado geral que o primeiro ano teve, deve ser visto de maneira positiva.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

De Mãos Dadas com Maria