Rádio Brasil Campinas | AM 1270

Por Luiz Felipe Leite

Vacinação contra a Covid-19 de idosos entre 65 e 67 anos de SP deverá começar ainda em abril, anuncia o Governo Estadual

O Governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (7) a ampliação da campanha de vacinação contra a Covid-19 pra idosos com idades entre 65 e 67 anos. Mais de 1 milhão de pessoas serão beneficiadas com a nova etapa. As informações foram divulgadas em uma coletiva de imprensa feita no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo Paulista, em São Paulo.

No entanto, ainda segundo os responsáveis pelo programa estadual de imunização, o avanço da campanha depende da chegada de novas doses da vacina da Fiocruz ainda nesta semana. O objetivo é começar a vacinação de 350 mil pessoas de 67 anos no próximo dia 14. Uma semana depois, no dia 21 de abril, Dia de Tiradentes, outras 760 mil pessoas com 65 e 66 anos poderão começar a receber a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus.

De acordo com a Coordenadora Geral do Programa Estadual de Imunização, Regiane de Paula, a vacinação está avançando cada vez mais em São Paulo.

Outro tema abordado na coletiva de imprensa foi a preocupação com o surgimento de uma suspeita da variante sul-africana da Covid-19 em Sorocaba, caso que veio ao público na semana passada. Segundo o médico e diretor-presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, é algo que precisa ser acompanhado de perto pelas autoridades.

Por fim o secretário de Saúde do Estado de São Paulo, Jean Gorinchteyn, afirmou que as medidas mais restritivas adotadas nas últimas semanas, na Fase Emergencial do Plano SP, e as ampliações dos leitos específicos pra pacientes com o novo coronavírus, ajudaram a reduzir os novos casos em 2,4% e as internações em 5,4%. No entanto, ele teve de explicar o aumento de 15,5% da quantidade de mortes causadas pelo vírus.

Na coletiva de imprensa o Governo de São Paulo confirmou, também, o atraso na entrega de insumos por parte da China. O material, conhecido como IFA, é necessário pra fabricação de novas doses da CoronaVac. A tendência, pros responsáveis pelo Governo Paulista, é de que isso seja resolvido nos próximos dias.

Deixe o seu comentário

* campos obrigatórios.

O Terço