Ao vivo

notícias

24 de outubro de 2023

Chances diminuem e pressão aumenta, Guarani e Ponte Preta deslizam na Série B

Carlos Grigolon e Viana Júnior analisam as últimas rodadas da Série B

ouça a notícia

Durante o Brasil Esporte Clube (BEC) – o programa esportivo da Rádio Brasil Campinas, apresentado por Elias Aredes e comentado por Carlos Grigolon e Viana Júnior – os últimos acontecimentos do mundo do futebol são temas de análises e debates. Hoje (24), os especialistas analisaram a queda no desempenho de Ponte Preta e Guarani no momento mais decisivo da temporada, a reta final do Campeonato Brasileiro Série B. Apesar da distância entre si, o momento dos clubes campineiros são semelhantes, ambos chegam às últimas partidas da Série B com muita coisa em jogo. O Guarani briga para ficar entre os 4 primeiros e conquistar o acesso à Série A, até aqui, o bugre é o 5º colocado, com 55 pontos, a mesma pontuação do Juventude, que é o 4º na tabela. Porém, o alviverde vive seu maior jejum de vitórias sob o comando de Umberto Louzer neste Brasileirão. Já a Ponte Preta está na 16ª posição na tabela e luta contra o rebaixamento. Há 8 jogos sem vencer, a macaca está à apenas 2 pontos da Chapecoense, primeiro clube dentro do Z4.

 

 

Ponte Preta empata com o Ituano e perde chance de se afastar da zona de rebaixamento

(Foto: Marcos Ribolli/PontePress)

 

Ontem, a Ponte Preta empatou em 0 x 0 com a equipe do Ituano no Estádio Moisés Lucarelli, em partida válida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. Com o empate, a macaca segue na 16ª colocação, com 35 pontos, 2 a mais que a Chapecoense, primeiro clube dentro da zona de rebaixamento. A equipe entrou em campo podendo abrir até 4 pontos de distância do Z4 e subir à 14ª posição, o que não aconteceu. De acordo com a Universidade Federal de Minas Gerais, o alvinegro campineiro possui 36% de chance de ser rebaixado à Série C. 

Iniciando o debate sobre a Ponte Preta, Viana Júnior criticou o desempenho da Ponte Preta no empate com o Ituano, destacando a ausência de chances criadas no Estádio Moisés Lucarelli, por parte de ambas as equipes.

 

 

Contrário ao otimismo e as expectativas criadas ontem em relação à partida, Carlos Grigolon se decepcionou mais uma vez com a macaca. Para o comentarista, as recentes atuações do alvinegro campineiro a colocam como uma das principais candidatas ao rebaixamento.

 

 

Ainda sobre a atuação da Ponte Preta, Viana Júnior relacionou a queda no desempenho da macaca com a visita de integrantes de Torcidas Organizadas ao Centro de Treinamento do clube, no dia 27 de setembro, 3 dias antes da partida contra o ABC, na qual a Ponte saiu derrotada.

 

 

 

Jejum de vitórias aumenta e Guarani diminui suas chances de acesso

(Foto: Raphael Silvestre / Guarani FC)

 

Na última sexta-feira, o Guarani empatou em 0 x 0 com o Mirassol, no Estádio Campos Maia, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. Com o empate, o bugre chegou à 3ª partida sem vitória, igualando à pior marca do alviverde sob o comando de Umberto Louzer nesta Série B, quando o bugre conquistou apenas 2 pontos contra Ceará, Ituano e Juventude. Nas últimas 5 rodadas, o Guarani conquistou 5 dos 15 pontos conquistados e, segundo a Universidade Federal de Minas Gerais, essa sequência de 33% de aproveitamento reduziu as chances de acesso do bugre de 69% para 36%.

Iniciando o debate sobre o Guarani, Carlos Grigolon analisou as chances de acesso do bugre e avaliou a disputa acirrada pela 4ª posição com o Juventude, que é comandado pelo técnico Thiago Carpini, ex-comandante do alviverde campineiro.

 

 

Assim como o Carlinhos, Viana Júnior analisou as próximas partidas do Guarani, indicando como essencial uma vitória contra o Londrina, fora de casa.

 

 

Para encerrar o debate, Carlos Grigolon comparou os desempenhos recentes do alviverde com o aumento de pressão à cada rodada.

 

 

 

 

 


Ouça também as últimas análises:

Henrique Alves

Henrique Alves

Estagiário

Henrique Alves

Henrique Alves

Estagiário

Compartilhe essa matéria