Ao vivo

notícias

13 de novembro de 2023

Ponte Preta vence a Tombense e Guarani de olho no Criciúma

Carlos Grigolon e Viana Júnior analisam 36ª rodada da Série B

ouça a notícia

Hoje (13), Carlos Grigolon e Viana Júnior – os comentaristas do Brasil Esporte Clube (BEC) – analisaram as partidas de Ponte Preta e Guarani na 36ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. A macaca venceu a Tombense por 1 x 0, fora de casa, com gol do meia Élvis, de falta. Com a vitória, o alvinegro campineiro subiu à 15ª colocação. Do outro lado da tabela, o bugre briga por uma vaga entre os 4 primeiros colocados, para conquistar o acesso à Série A. Em busca de se aproximar do G4, o Guarani recebe o Criciúma no Brinco de Ouro da Princesa, amanhã, às 19:00. Veja os destaques do debate realizado no programa esportivo da Rádio Brasil Campinas, apresentado por Elias Aredes.

 

 

Ponte Preta vence por 1 x 0 e sai da zona de rebaixamento

(Foto: Marcos Ribolli/PontePress)

 

Neste sábado, às 18:00, a Ponte Preta encerrou um jejum de 10 jogos sem vitórias, ao vencer a Tombense por 1 x 0. O gol pontepretano foi marcado pelo meia Élvis, de falta. Com a vitória, a macaca saiu da 17ª para a 15ª colocação, com 38 pontos ganhos em 36 rodadas de Série B, 2 a mais que a Chapecoense, primeiro clube dentro do Z4. Mesmo faltando apenas 2 rodadas ara o fim do campeonato, a Ponte Preta segue com 22,9% de chance de rebaixamento, de acordo com a Universidade Federal de Minas Gerais. Carlos Grigolon e Viana Júnior analisaram o desempenho da equipe nesta rodada e a diminuição do risco de rebaixamento.

Iniciando o debate acerca da vitória da Ponte Preta, Carlos Grigolon detalhou como os pontos conquistados podem livrar a macaca da zona de rebaixamento.

 

 

Para complementar o comentário do Carlinhos, Viana Júnior analisou o desempenho da macaca, descrevendo como a equipe treinada pelo técnico João Brigatti conquistou a vitória.

 

 

Porém, para o Carlinhos, a vitória não pode desconcentrar o alvinegro campineiro. Com os 3 pontos conquistados, a macaca somou 38, e subiu à 15ª colocação. Entretanto, segue há 2 pontos da Chapecoense, primeiro clube dentro do Z4 e segue com riscos de rebaixamento.

 

 

Viana Júnior também destacou a dificuldade dos próximos jogos da Ponte Preta e alertou, a luta contra o rebaixamento ainda não acabou para a macaca.

 

 

 

Bruno José deve desfalcar o Guarani contra o Criciúma

(Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC)

 

Amanhã, ás 19:00, o Guarani recebe o Criciúma no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em partida válida pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. A vitória é essencial para o bugre se manter na briga pela zona de acesso à Série A, visto que o bugre é 0 9º colocado e um triunfo o colocaria na 6ª colocação, com 59 pontos. Caso contrário, o Guarani não terá mais chances de terminar a temporada entre os 4 primeiros. Porém, o alviverde campineiro terá que superar uma possível ausência do atacante Bruno José, de 25 anos. O atleta bugrino segue com dores no pé direito, assim como nas últimas 3 partidas, nas quais ele atuou no sacrifício e pode desfalcar o bugre. Nas últimas ausências do camisa 17,  Umberto Louzer optou por Pablo Thomaz e Isaque para a vaga do atacante, porém, Régis também pode aparecer entre os titulares, com o meia Bruninho sendo deslocado para a ponta.

Iniciando o debate acerca do Guarani, Carlos Grigolon analisou como o planejamento da diretoria bugrina contribuiu para a queda de desempenho do alviverde nesta reta final de Série B.

 

 

O atacante Bruno José é dúvida para o confronto contra o Criciúma, o atleta segue com dores no pé direito e pode desfalcar o bugre na partida. Viana Júnior analisou como a ausência do camisa 17 pode afetar o desempenho ofensivo da equipe comandada pelo técnico Umberto Louzer.

 

 

Além da ausência do atacante Bruno José, para Viana Júnior, o preparo físico é mais um dos motivos que explicam a queda no rendimento do alviverde campineiro.

 

 

Para finalizar o debate, Carlos e Viana analisaram uma possível implementação das Sociedades Anônimas do Futebol (SAFs) no futebol campineiro, após o Presidente da Ponte Preta, Marco Antônio Ebelin, citá-las como as únicas soluções para a situação financeira da macaca.

 

Carlos Grigolon:

 

 

Viana Júnior:

 

 

 

 

 


Ouça também as últimas análises:

Henrique Alves

Henrique Alves

Estagiário

Henrique Alves

Henrique Alves

Estagiário

Compartilhe essa matéria